segunda-feira, 3 de maio de 2010

Simples assim!

A boa mãe é aquela que vai se tornando desnecessária com o passar do tempo.











Prontos para traçar seu rumo, fazer suas escolhas, superar suas frustrações e cometer os próprios erros também. A cada fase da vida, vamos cortando e refazendo o cordão umbilical. A cada nova fase, uma nova perda é um novo ganho, para os dois lados, mãe e filho. Porque o amor é um processo de libertação permanente e esse vínculo não pára de se transformar ao longo da vida.Até o dia em que os filhos se tornam adultos, constituem a própria família recomeçam o ciclo. O que eles precisam é ter certeza de que estamos lá, firmes, na concordância ou na divergência, no sucesso ou no fracasso, com o peito aberto para o aconchego, o abraço apertado,o conforto nas horas difíceis.



Pai e mãe - solidários - criam filhos para serem livres. Esse é o maior desafio e a principal missão. Ao aprendermos a ser 'desnecessários', nos transformamos em porto seguro para quando eles decidirem atracar."


Ma'rcia Neder

2 comentários:

Eme Fialho disse...

Fui no sesc hj minha aula ainda não começou e retalhos mudou para quarta. Bjus

Veronica Kraemer disse...

Olá, Iraildes, muito obrigada pelo carinho de sempre lá no meu blog, estamos ajudando porque é preciso, fazemos de coração!!! Bom ouvir suas palavras !!!
Beijossssssssss, um lindo dia e muita luz
Vero

Postar um comentário

Amo quando me visitas e principalmente quando comentas! Bjus Lilás. Iraildes